12. jul, 2017

MAR PORTUGUEZ

"Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena".

Excerto de: MENSAGEM de Fernando Pessoa - Segunda Parte: MAR PORTUGUEZ

Torre de Belém e Navio Escola Sagres
Fotografia: Perfect World Photography.