22. out, 2017

Aos 81 anos, (completa 82 anos, em 8 de Novembro) Alain Delon dedica todo o seu tempo aos animais

Alain-D-com-cachorrinho

O actor francês, 81 anos, demonstra abertamente seu afecto pelos animais

 

Todos nós conhecemos, ou pelo menos ouvimos falar, do belo e talentoso actor francês Alain Delon, que,  para mim, foi o homem mais bonito que o cinema já viu. Nos anos 60 e 70, o actor francês, com os seus translúcidos olhos violeta, as melenas displicentemente caídas na face, encarnava a própria beleza. Óptimo actor, fez filmes memoráveis, como O Sol Por Testemunha, em 1959, o seu primeiro grande sucesso, e tantos outros. Tornou-se famoso nos quatro cantos do mundo. O tempo passou e hoje, com os seus 81 anos, ele que foi e é o ídolo de várias gerações de apaixonados pelo cinema, conserva o charme, os lindos olhos, mas é mais falado pelo seu amor extremado, a sua quase devoção aos animais. A exemplo de Brigitte Bardot, 82, a sua defesa pela causa não tem limites, transformando-se num enorme amigo para centenas de animais.

 

O Incrível.club compartilhou a história do grande amor que este actor sente pelos amigos de quatro patas. Tenho a certeza de uma coisa: todos iremos admirá-lo, se possível, ainda mais.

 

Desde jovem o actor francês tem uma verdadeira paixão por animais e, durante a juventude, Alain usava casacos militares só para poder aquecer melhor os cães que encontrava pelo caminho. Hoje, o actor francês mantém 5 albergues para gatos e cães sem dono.

Desde jovem o actor tem verdadeira
 paixão pelos animais

Desde jovem o actor tem verdadeira paixão pelos animais

 

«Na minha casa sempre houve muitos cães. Para mim, os cães são como crianças doentes, que vivem apenas uns 10, 14 anos».

 

Há anos, que Delon vive na Suíça, desenvolvendo por lá o seu trabalho com animais. Ele luta, inclusive, pelo direito dos cães terem os seus próprios advogados. Segundo o actor, os animais também precisam de defender-se judicialmente.

 

O amor do actor pelos cães começou ainda na infância, quando ele teve uma cadela da raça Doberman, chamada Gala. «Um dia, gritei-lhe e bati-lhe. Então, ela sentou-se  e olhou-me nos olhos. Vi que chorava. Foi quando entendi tudo, e agora, os meus cães estão sempre a sorrir».

Os cães estão entres os seus animais
 preferidos

Os cães estão entres os seus animais preferidos

 

«Fico especialmente tocado com o facto dos cães não se importarem com aquilo ou quem os seus donos são. Amam os humanos como se fossem pais. Acham que os meus cães sabem que eu sou mundialmente conhecido? Eles não se interessam minimamente por isso. Não sabem quem sou eu nem com que trabalho. Simplesmente amam-me. É um amor incondicional!»

 

Alain Delon é membro de uma sociedade protectora dos animais. O actor vive na sua mansão com 8 cães. Na mesma propriedade fica o cemitério dos seus animais de estimação anteriores: o actor já teve 45 cães. No meio do cemitério canino existe uma capela e, depois de ter de apresentar diversas petições, Delon conseguiu autorização para ser enterrado ali, quando a sua hora chegar. Para o actor, este será o maior luxo a que já se permitiu.

 

Delon não cuida apenas dos animais mortos. Os cães vivos preocupam-no muito mais. Assim como sua amiga, a também actriz Brigitte Bardot, ele está disposto a destinar todo seu dinheiro para protegê-los.

 

Fonte: incrivel.club.

Mandy Martins-Pereira escreve de acordo com a antiga ortografia